10 outubro 2011

Dicas de livros

Essa é a nova coluna aqui do blog, espero que gostem. Colocarei aqui dicas de livros, e as noviddaes internacionais e nacionais aqui no Brasil. Para estrear essa coluna, nada mais nada menos, que um livro que vem causando, Yume! Tenho orgulho desse livro, sabe por que? A Kami (Kamile Girão) autora do livro, é cearense, perto de onde eu moro. Hahaha! Pois bem, deixando isso de lado, vamos ao que realmente interessa. O evento desse livro aconteceu nesse sábado (8) e foi bastante badalado! 


"Por detrás das roupas surradas masculinas que costumava vestir, um mundo incrivelmente estranho se escondia.
Nadia sabia que sua cabeça não era comum e que suas ideias divergiam do que era normal.
Apenas ela conseguia ver o que não existia. Apenas ela era capaz de desenhar com perfeição um personagem visto em um sonho.
Guitarrista, estudante, filho, cético, objeto sexual de quem o quisesse.
Ainda assim, Adrien não era feliz. Contudo, a vida monótona e libertina parecera ganhar um sentido especial quando estranhos sonhos se projetaram em sua mente e quando a missão aparentemente inimaginável lhe fora imposta: impedir que uma determinada garota chegasse ao Yume, o local proibido para meros humanos."


Sobre a autora:
Kamile Girão, ou Kami (como prefere ser chamada), veio ao mundo no dia 22 de janeiro, em 1993. Acredita que nasceu na época errada, visto que prefere rock clássico, Beatles e filmes antigos à produções recentes. Gosta de seriados, livros, bonecas, cultura nipônica e artes digitais. Ex-estudante de Artes Visuais do IFCE (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará), atualmente cursa Letras, com habilitação em português, na UFC (Universidade Federal do Ceará).
Começou a escrever histórias aos seis anos, relatando em cadernos brochurinha as brincadeiras do colégio e acrescentando fatos fantasiosos. Ideias para brincadeiras com bonecas também serviam como fonte de inspiração para futuros livros. O primeiro romance completo, porém, veio aos nove anos, intitulado por A Peça FaltanteAos dez, fez a Força da Magia e, aos onze, escreveu dois romances (The Five Witches e Uma Visita Espacial) e deixou ideias para vários outros, sempre influenciada pelos animes que assistia e pelos mangás que lia. A criatividade não parava.
Aos doze, lançou a base do que seria Outubro, história essa que ainda está sendo produzida. Aos catorze, começou a escrever Yume, vindo terminar três anos depois. Ao dezesseis, escreveu Inevitável, primeira obra da saga Fortaleza SombriaAtualmente, trabalha em outros projetos e espera conseguir uma publicação para o seu romance de estreia, Yume.



E então, gostaram do livro. A Kami concedeu uma entrevista ao blog, e em breve estarei colocando-a aqui. Então fica a dica do livro!

Um comentário:

  1. quero muito!!!!
    e nossa, que capa é essa? linda demais!

    ResponderExcluir